Categorias
Marketing

O que a faculdade não te ensina


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Não te ensina a ganhar dinheiro

Uma análise que faço da realidade atual e por ser o que chega até mim é a dificuldade em vender seu trabalho ou seu produto. Para as pessoas é difícil ganhar dinheiro, pensar em estratégias para aumentar sua renda, vendas/lucro. Digo isso para comerciante de produto, serviços e até mesmo profissional. Ninguém ensinou a elas como ganhar dinheiro. 

Você já parou pra pensar sobre os método de ensino superior, técnico ou profissionalizante atuais?


Quando pensamos em aprender uma profissão tentamos escolher pelo que temos mais afinidade ou pelo retorno financeiro que nos proporcionará. Porém, por mais que se julgue, ninguém quer aprender uma profissão e não ter um bom retorno nela. Mesmo que seu objetivo não seja enriquecer e pra você o prazer em exercer uma função seja mais importante, duvido que você não gostaria que ela sustentasse seus sonhos financeiros. 

qual carreira seguir?

Por que, então, que não há uma disciplina sobre como ganhar dinheiro, finanças, investimento, empreendedorismo em cada curso que te ensina uma profissão?

História cultural do nosso país

Nosso método de ensino é marcado pela necessidade de aprender uma profissão e exercê-la por amor ou para um bem comum. Isso porque a história do nosso país – colonização, escravidão, extração das riquezas como lucro para a Europa, etc – promoveu a ideia de que o lucro é feio, sujo e que se deve trabalhar pelo prazer. 

A meta de muitos estudantes e recém formados é a estabilidade financeira, aprovação em concursos, uma vida segura. Muitos dos professores não ensinam e nem sabem sobre investimento e empreendedorismo, formas de se ganhar mais, de vender seu trabalho. Por isso, é mais fácil acreditar que um concurso que te dê um salário médio (e olhe lá) será seu auge profissional. 

plano de carreira

Afirmar que seu sonho sempre foi ganhar dinheiro independente da profissão é no mínimo errado para nossa sociedade. Ninguém quer saber se você deseja isso pra pagar as dívidas dos pais, familiares, ajudar alguém ou quem precisa, e claro, para viver uma vida boa, realizando sonhos, porque você teve uma história de vida difícil financeiramente. Ter muito dinheiro é feio no Brasil, mesmo que você trabalhe duro para isso. 

Essa ideia faz com que a pessoa formada saia da Universidade sem saber como abrir seu negócio, como vender seu trabalho, como achar clientes e como cobrar pelo seu produto/serviço. 

Atualmente eu trabalho com Marketing Digital, mas minha história profissional surgiu em vendas. Sempre tive que quebrar a cabeça para ganhar dinheiro, para vender o meu produto. E o marketing tem tudo a ver com isso. 

marketing-digital

Como o Marketing Digital me ajuda a vender meu serviço/produto?

A evolução digital facilita que as pessoas cheguem até você. Um estudo mostrou que cada vez mais pessoas tem um smartphone. Portanto, cada vez mais pessoas tem acesso a internet pelo celular. Os canadenses, por exemplo, que são as pessoas que passam mais tempo on-line, gastam uma média de 36,3 horas navegando em um mês. 

O que essas pessoas fazem na internet? Navegam em redes sociais, vêem anúncios por elas, procuram por sites de interesse, vêem anúncios neles. Pesquisam o que fazer, o que comprar, onde comprar, onde ir, qual serviço escolher. E se você está lá, está sendo visto pelos seus clientes. Se não está, seus possíveis clientes digitais estão comprando com o concorrente. 

O meu trabalho é criar estratégias, usar as ferramentas digitais que mais se adequa ao objetivo do meu cliente: vender um produto, serviço, chamar para sua loja física, dentre outras possibilidades. 

lucro com marketing

Analisando os fatos expostos, o marketing digital facilita muito a vida de quem procura comprar, seja serviço ou produto, porém promove ainda mais quem quer vender e achar potenciais clientes. Portanto, ele é ótimo pra vender produtos, serviços ou apenas para te tornar visível para quem tem interesse no que você oferece. Por isso, ele pode ser a ferramenta que nenhuma escola te ensinou. Você precisará fazer cursos, aprender a vender e a ganhar dinheiro, se assim quiser, e um dos investimentos fundamentais atualmente é mostrar seu produto/serviço na internet.

Por isso, investi em ensinar nos meus cursos, consultorias e mentorias, pois vejo o quanto se tem dificuldade em negócios on-line, seja em iniciar, desenvolver ou alcançar os resultados potenciais. Vejo pequenas empresas com alto potencial de lucrar muito com vendas na internet que não utilizam essa plataforma da melhor maneira, com as melhores estratégias. 

Quer fazer parte da minha nova turma de mentoria e aprender comigo a ter seu negócio lucrando com a internet? Clique aqui e faça já sua inscrição. 

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Marketing Sem categoria

Qual a diferença de IMPRESSÕES e ALCANCE?


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Muita gente confunde IMPRESSÕES e ALCANCE. Se você ainda não tem experiência na área é comum não saber distinguir ambos. Por isso vim explicar para você não confundir mais. 

Impressões: quantas vezes um anúncio apareceu. Portanto, se meu anúncio teve 100 impressões significa que ele apareceu 100 vezes. Isso independente de para quem ele apareceu. Então quando eu for olhar lá na minha campanha e estiver que eu tive 1.200 impressões, isso quer dizer que o anúncio apareceu 1.200 vezes. 


Alcance: é a quantidade de pessoas que visualizaram seu anúncio. Então, o seu anúncio pode ter 1.000 impressões e 500 de alcance. Ou seja, ele alcançou 500 pessoas, mas ele foi mostrado 1.000 vezes, sinal que cada pessoa viu em média duas vezes o seu anúncio. 

Portanto, impressões corresponde a quantidade de vezes que seu anúncio foi mostrado, sendo que ele pode ser exibido mais de uma vez para uma mesma pessoa. Já alcance para quantas pessoas ele foi mostrado, o seja, quantas pessoas ele alcançou.

Quer ler sobre métricas importantes de uma campanha? Leia sobre ROI e CPC

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Marketing Sem categoria

ROI


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Retorno Sobre Investimento – ROI – é uma métrica super importante e uma das mais usadas, tanto para ecommerce, quanto para quem vende qualquer tipo de produto. O ROI é o valor das suas campanhas que retorna para você a cada R$1 investido. 

Para você entender de forma prática pense que se eu investi R$1 e voltaram pra mim R$15, então meu ROI é de R$15. 


Se eu investi R$100 e me voltaram R$1.500, nesse caso meu ROI também é de 15, porque ele olha tudo que veio de receita pra mim, de um ecommerce por exemplo, e divide pelo valor que eu gastei. Então se eu vendi R$1.500 e gastei R$100, ele divide 1.500 por 100 e me dá os 15 de ROI.

No Google Ads você acha essa métrica como nome de ROAS, quando você vai criar uma campanha inteligente, ou algo do tipo. 

Outra métrica importante é o CPC, leia mais essa métrica aqui.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Marketing

Entenda a jornada do consumidor


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Uma coisa que eu penso para todos os meus clientes, independente se é um cliente grande ou se é um cliente pequeno, é sobre a jornada do consumidor. Um exemplo muito claro que eu gosto de dar é sobre viagens. 

Quando uma pessoa está querendo viajar, ela não vai pesquisar no Google de uma hora pra outra “Viagem para tal lugar”. Ela primeiro vai pensar em viajar. Depois ela talvez escolha a região para qual ela quer ir, para depois pensar no estado ou em lugares famosos daquela região e, só por fim, pensa em comprar a viagem. 


Aí sim, ela começa a pesquisar passagem, hotel, e depois ela compra. Então, tem toda uma jornada que o consumidor percorre. É interessante que você apareça na maioria das etapas dessa jornada e identificar qual o tipo de estratégia você vai usar em casa uma delas.

Por exemplo, no começo usa um blog falando sobre locais, propostas diferentes para se curtir uma viagem, opções de climas, praia, frio, compras, cultura. Já no final seja um pouco mais agressivo direto para venda, porque a pessoa já está decidida no que quer comprar. 

Portanto, é importante pensar sempre na jornada do consumidor puxando, claro, para o perfil do seu cliente, e focar em cada uma delas com uma estratégia diferente. 

Leia sobre a melhor ferramenta para o seu tipo de negócio em Google Ads vs Facebook Ads.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Blog Google Ads Marketing Pequenas Empresas

Marketing on-line e aumento das vendas


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

tempo no celularHoje em dia as pessoas procuram tudo que é do seu interesse na internet. E não se resume em compras de cosméticos, roupas, perfumaria, calcados, livros… Para decidir o que vai jantar, para buscar um serviço de ajustes domésticos, antes de cada decisão é primeiro na internet que se procura. Então por que não mostrar seu produto ou serviço ali?

O acesso a navegação e à internet é facilitado pelo uso de smartphones. As pessoas gastam um tempo considerável acessando as mídias gerais. Portanto, seus anúncio estarão visíveis também ali, onde seu potencial cliente pesquisa o que é do interesse dele e passa boa parte do seu tempo.


Marketing On-line

Diferente da tradicional publicidade – jornais, propagandas impressas, anúncios de TV, outdoors – o Marketing On-line te possibilita focar seus anúncios para seu público alvo. Isso te proporciona maior efetividade em publicidade. Ou seja, maiores chances de alcançar um potencial cliente e, consequentemente, maior probabilidade de vendas.  

Para isso, você deve pensar quais as características do seu público. Por exemplo, identificar a linguagem do seus clientes facilita a definição das palavras-chave que farão seu anúncio aparecer para o público certo. Saber o tipo de website que seu público frequentemente acompanha, sua idade, região, facilita também a distinguir o público que você não deseja que seu anúncio apareça. Portanto, é fundamental determinar, estudar e conhecer o perfil de seus potenciais clientes. 

Ferramenta de publicidade do Google: Google Ads

Com a publicidade on-line, você pode segmentar seus anúncios para o tipo de cliente desejado e filtrar aqueles que não quer alcançar. O Google Ads é uma ferramenta de links patrocinados do Google, que com seu evoluído sistema de segmentação, proporciona vantagens para quem anuncia, de forma que identifica melhor os prováveis clientes. Vantagens também para quem pesquisa, pois obtém respostas mais precisas, aumentando a satisfação e poupando tempo. Como isso acontece?

A ferramenta Google Ads, te possibilita usar diferentes métodos de segmentação nos seus anúncios para alcançar os potenciais clientes quando eles pesquisam seus produtos/serviços. Portanto, isso te ajuda a garantir que seu investimento seja direcionado para alcançar apenas as pessoas com maior probabilidade de se converterem em clientes seus.

Anúncios X Resultados da pesquisa “orgânica”

Os anúncios são mostrados numa pesquisa do Google com um rótulo de anúncio. Eles são posicionados de acordo com o grau de relevância, utilidade para a pessoa que pesquisou, no seu lance e em alguns outros fatores. 

Já a pesquisa “orgânica” são links não pagos para websites que possuem conteúdo relacionado diretamente ao que a pessoa pesquisou.  Isso significa que quanto mais relevante for o site para o termo que a pessoa utilizou na pesquisa, mais no topo da lista o link aparecerá. Nessa seção de “orgânicos” não aparecem anúncios.

Quando você anuncia, você escolhe palavras-chave que ajudam a segmentar seus anúncios para pessoas que pesquisam termos relacionados. Elas são a fonte para sua campanha de marketing on-line ter sucesso. Pois através delas a ferramenta irá identificar melhor os prováveis compradores/consumidores. É possível ainda, programar seus anúncios para determinados horários do dia, escolher uma região, um idioma. Quando você anuncia em sites que exibem anúncios do Google – a Rede de Display do Google – pode escolher também o tipo de site que seus possíveis clientes acessam, a área de interesse deles, a idade do seu público.

e-commerceInvestimento para anúncios

A ferramenta Google Ads te possibilita controlar o orçamento de investimento. Você pode escolher o quando deseja investir e pagará apenas quando alguém clicar no seu anúncio – Custo Por Clique (CPC). Outra possibilidade é o investimento por impressões – Custo Por Mil Impressões (CPM) – quando você escolhe investir para seu anúncio aparecer mil vezes. Além de poder acompanhar os resultados, alterar com facilidade sua estratégia, utilizar diferentes formatos de anúncios conforme suas metas e objetivos. 

Se você ainda não tem seu site e está pensando em construir um, vai gostar desse artigo que fiz sobre as razões pra sua empresa ter um site.

Descubra 5 maneiras de proteger sua reputação on-line e como responder à avaliações negativas da sua empresa.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Blog Marketing Pequenas Empresas

7 razões para minha empresa ter um site


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Ter um site pode melhorar a lucratividade da sua pequena empresa

Você pode ter uma pequena empresa e por isso se perguntar “Por que minha pequena empresa precisa ter um site?”.

A primeira razão pela qual as pequenas empresas precisam de um website, mesmo que sua empresa tenha cinco funcionários ou menos, é porque são nesses websites que muitos de seus clientes em potencial ficam durante a maior parte do tempo.


Por exemplo, um estudo no Canadá descobriu que os canadenses gastam uma média de 36,3 horas navegando em um mês, enquanto os americanos gastam 35,2 horas on-line todos os meses. Este estudo também descobriu que os canadenses passam mais tempo online a cada mês do que qualquer outra pessoa.

lucro com e-commerceEnquanto isso, um relatório de audiência da Nielsen Company para o primeiro trimestre de 2016 descobriu que cerca de 81% dos adultos nos Estados Unidos têm smartphones que são usados ​​cerca de uma hora e 39 minutos diários em média em mídia.

Tanto nos EUA quanto no Canadá, 88,5% das pessoas são usuários da Internet.

Tudo isso significa que há um monte de olhos que poderiam estar visitando e interagindo com o site da sua pequena empresa – se você tivesse um.

Se você operar uma dessas pequenas empresas que não têm um website e esse fato não for o suficiente para persuadi-lo a desenvolver uma presença on-line para sua empresa, aqui estão mais seis razões:

1- As pessoas usam a internet como costumavam usar o catálogo telefônico

Eu costumava dizer aos donos de pequenos negócios que não importava se eles tivessem um site se a maioria de seus negócios fosse local. Mas agora quase todo mundo usa a internet para obter informações – até informações locais. Os clientes em potencial estão usando seus smartphones e tablets para decidir onde ir e o que comprar. Portanto, sua pequena empresa tem que aparecer em busca local ou tomar cuidado, pois as pessoas que pesquisam encontrarão outras empresas locais em vez da sua.

2- Um site de negócios dá legitimidade ao seu negócio

As pessoas esperam que as empresas tenham seus próprios sites, da mesma forma que esperavam que as empresas tivessem um endereço comercial físico real.

Não ter um site de negócios levanta questões aos olhos dos clientes. Você é contra a tecnologia? Ainda não chegou a isso? Ou é uma startup tão apertada que você não pode nem se dar ao luxo de fazer isso? Todas as coisas que você não quer que as pessoas pensem sobre o seu negócio.

3- Um site de negócios oferece outro canal de marketing.

aumento de lucro pelo siteTer um site de negócios oferece uma presença on-line automática. Pense nisso como um outdoor online. Instantaneamente, você tem outra chance de apresentar às pessoas seus produtos e serviços e outra maneira de as pessoas encontrarem você. Claro, quantos olhos seu outdoor atrai dependerão de seus esforços conscientes de marketing para atrair a atenção das pessoas, como a Otimização de Mecanismos de Busca, blogs, uso de mídias sociais e publicidade online.

4- Um site de negócios oferece outra oportunidade para coleta de dados/gerar de leads

Por exemplo, é difícil conseguir que as pessoas escrevam seus endereços de e-mail em pedaços de papel e as entreguem em uma loja física. Mas fazer com que as pessoas digitem seu endereço de e-mail em um formulário do seu site é muito mais fácil – especialmente se perceberem que estão obtendo algo para isso, como um boletim informativo, um relatório especial ou um e-book. E quando você tiver o endereço de e-mail, terá outra maneira de alcançar seu cliente em potencial.

5- Os gastos com comércio eletrônico estão aumentando a cada ano

vendas onlineNos EUA, os consumidores gastaram US $ 453,46 bilhões na web para compras no varejo em 2017, um aumento de 16,0% em comparação com US $ 390,99 bilhões em 2016. As vendas de comércio eletrônico no varejo deverão crescer rapidamente nos próximos anos, crescendo para pouco mais de 684 bilhões Dólares americanos em 2020. No Canadá, os gastos com ecommerce foram de US $ 27 bilhões em 2015 e em 2018 foi de US $ 40 bilhões.

6) Um site pode levar os clientes à sua loja – Webooming

Webrooming é um termo utilizado para representar um cliente que primeiro visita uma loja on-line e depois vai à loja física. Por isso, outro motivo para ter um site para sua pequena empresa é que, se você tiver uma loja física, investir na criação de uma presença on-line, como um site de comércio eletrônico, poderá aumentar os lucros da loja off-line graças à crescente popularidade do webrooming, onde os clientes pesquisam itens on-line antes de comprá-los na loja.

Mais de 90% das compras globais ainda estão acontecendo offline, provando que o webrooming ainda é a preferência de compras da maioria das pessoas.

Então, qual é o seu motivo para não estar online?

Você pode ser um eletricista, por exemplo, e muito ocupado como sempre planejou ser. E por isso, pensar que não precisa de um website por não estar procurando mais negócios. 

Mas se você realmente quer mais negócios, um site de negócios agora é como o cartão de visita – um item obrigatório para qualquer empresa – e não necessariamente deve oferecer comércio eletrônico em um. Um site que serve como um cartão de visita digital, fornecendo aos pesquisadores informações sobre o seu negócio e o que você pode fazer por eles ainda vale a pena. A final, você pode ser muito ocupado hoje, mas pode estar fora da visão do seu público futuramente se não continuar se mostrando a ele.

Se você ainda não tiver um,  comece pesquisando diferentes modelos de negócios on-line e veja que tipo de presença na Web funcionaria melhor para sua pequena empresa.Em seguida, obtenha e registre um nome de domínio, o primeiro passo para colocar sua empresa on-line.

Se você está pensando seriamente em ter um website, talvez você goste de ler sobre Markting Mix ou ainda saber como proteger sua reputação online, mesmo se você não possui um site.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Blog Marketing

5 maneiras de proteger sua reputação online


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Como é a estrutura on-line do seu negócio?

No mundo de hoje, sua reputação e identidade no mercado on-line podem alavancar ou prejudicar seus negócios. Não importa muito se a informação é verdadeira ou falsa, quem você é na comunidade online se tornou realidade no mundo dos negócios. Isso é especialmente importante em um negócio em que as referências são uma grande parte do consumo do cliente. Para manter sua reputação intacta, é importante saber o que está sendo dito sobre você. Aqui estão cinco coisas que você pode fazer para garantir que sua reputação online não esteja te custando clientes e prejudicando sua reputação.

Verificar os mecanismos de pesquisa pelo menos uma vez por mês

minha empresa na internetNão é suficiente pesquisar sua empresa todos os anos (ou mesmo a cada poucos meses). Os clientes estão escrevendo sobre empresas em números recordes em sites de avaliação on-line, em blogs e mídias sociais. Para descobrir o que as pessoas estão dizendo sobre você, pesquise sua empresa em todos os principais mecanismos de pesquisa. Além disso, verifique os sites da comunidade relacionados ao setor para obter menções que talvez não apareçam em um mecanismo de pesquisa importante, mas que ainda sejam relevantes para sua base de clientes. Considere a possibilidade de configurar um feed RSS ou um alerta automático para ajudar a rastrear essas informações.


O Google Alerts é uma ótima maneira de ver quando seu nome aparece nos mecanismos de pesquisa imediatamente. Para criar um alerta, acesse a página inicial do Google Alerts e digite seu nome na caixa “Criar um alerta sobre …”. Você pode selecionar se deseja receber alertas por e-mail quando seu nome aparecer, uma vez por dia ou uma vez por semana.

Reivindique seu perfil comercial

Quase todo mundo fazendo negócios hoje (incluindo clientes e consumidores em potencial) confia no poder da web para encontrar provedores de serviços e obter informações. É por isso que é importante reivindicar o perfil da sua empresa na Web e em todos os sites de mídia social. Mesmo que você não tenha nenhuma intenção de usar o Twitter para negócios, crie um Twitter usando o nome do seu negócio para que ninguém mais o faça. O mesmo serve para o Instagram e Facebook.

Ter uma política e tornar alguém responsável

avaliação na internetComo o bate-papo on-line é constante, você precisa ter um processo e uma política consistentes sobre como gerenciar sua reputação on-line. Determine quais ações de atendimento ao cliente podem ser executadas em todos os diferentes canais e faça o monitoramento desses canais como parte da política da sua empresa. Se você trabalha em um ambiente de negócios maior, designe uma pessoa encarregada de monitorar as menções on-line e responder aos comentários de acordo com a política da empresa. Este indivíduo deve ser alguém que tenha um forte conhecimento prático de redes sociais.

Distribuir Conteúdo

Uma pesquisa do nome da sua empresa que produz poucos resultados pode ser igualmente prejudicial, já que tem várias avaliações negativas. Os clientes querem confiar no que estão comprando e na empresa de quem estão comprando. Não ter informações para acessar pode desativar potenciais compradores. Certifique-se de que você está fornecendo informações sobre o seu site, sites de redes sociais e através de comunicados de imprensa, para que as pessoas possam encontrar facilmente o conteúdo. O fornecimento contínuo de informações ajudará sua identidade on-line a crescer e, por fim, irá melhorar os resultados de seus mecanismos de pesquisa.

Você também pode aproveitar o poder das mídias sociais para criar e compartilhar conteúdo e se promover como um especialista. Responda às perguntas no Twitter e participe de discussões específicas do setor no LinkedIn. Quando você criar conteúdo, não deixe de compartilhá-lo nesses perfis e no Facebook.

Invista em plataformas profissionais para ajudar

Existem programas que podem ajudá-lo a monitorar e limpar sua presença on-line. Plataformas para gerenciamento de revisões on-line, visibilidade de pesquisa local e mídia social projetada para empresas. Algumas também oferecem um serviço que permite avaliar o desempenho de sua empresa em relação aos concorrentes.

Pode valer a pena investir nessas ferramentas para ajudá-lo a monitorar e limpar sua presença on-line.

Saber o que está sendo dito on-line sobre você e sua empresa é tão importante quanto ter certeza de que há o suficiente. Aproveite o tempo para realizar pesquisas regulares sobre o nome da empresa e verifique se você tem bastante conteúdo positivo on-line.

É também de suma importância ter uma política para responder à avaliações negativas. Abordo sobre como responder essas avaliações de seus clientes/consumidores nesse artigo

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Marketing

Como responder a avaliações negativas da sua empresa


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius=”” box_shadow=”no” dimension_box_shadow=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

6 dicas para monitorar e responder a comentários negativos

Você começou seu negócio em casa e está fazendo o melhor para fornecer produtos e serviços da mais alta qualidade possível. Talvez você esteja recebendo comentários positivos de consumidores e clientes sobre sua empresa. Mas, em algum momento, alguém vai reclamar, criticar ou ser francamente malvado em uma avaliação.

Obter críticas negativas pode prejudicar. Elas podem até deixá-lo irritado e defensivo. Sua resposta pode que gerar danos ao seu negócio em casa. Por isso é importante conhecer a arte de responder a comentários ruins.


Aqui estão algumas dicas de como responder a avaliações negativas no seu negócio em casa:

Saiba o que é dito sobre seu negócio doméstico

Embora não queira desperdiçar tempo com a atualização da página de comentários para verificar as avaliações, você deve ficar atento ao que está sendo dito sobre você nas plataformas on-line. Isso é especialmente verdadeiro se você terceirizar parte do seu trabalho, como usar um gerente de mídia social para postar em suas contas. Embora seu gerente de mídia social possa monitorar o que está sendo dito sobre você, não é possível controlar o que está sendo dito sobre você. Se você contratar ou precisar fazer isso sozinho, poderá gerenciar sua reputação on-line, usando ferramentas como o Google Alerts.

Se você usa uma ferramenta de mídia social, como o Hootsuite, pode configurar facilmente um feed que liste suas menções para suas redes. Outra opção é usar Yext, uma ferramenta que não só pode monitorar mídias sociais, mas também locais como o Yelp.

Respire fundo!

avaliacao negativaQuando você encontrar um comentário, resposta ou avaliação que não seja positivo, respire fundo. Sua reação inicial provavelmente será negativa, sentindo-se magoada ou irritada e defensiva. Embora isso seja normal, como proprietário de uma empresa, é insensato reagir com raiva. Além disso, é possível haver alguma verdade na revisão sobre a qual você precisa saber e lidar.

Depois de sentir o “ai” inicial do comentário, respire fundo para acalmar suas emoções, para que você possa decidir o que fazer a seguir.

Determine se há verdade na revisão

Depois de respirar calmamente, leia o comentário com atenção para o que está sendo dito sobre você ou seu produto/serviço e decida se a negatividade tem mérito. O produto apareceu tarde? Você não respondeu a um email? O seu cachorro latindo ao fundo dificultou a escuta do treinamento?

Há momentos em que uma revisão negativa é justificada e, se você responder adequadamente, ela lhe dá a oportunidade de melhorar seu serviço.

Decida se você deve responder

Nem todas as revisões precisam ou devem receber uma resposta sua. Às vezes as pessoas são apenas malvadas ou rudes e não há necessidade de responder a isso.

No entanto, há momentos em que uma resposta é importante. Uma resposta ponderada e voltada para o cliente pode ajudar você a salvar um consumidor/cliente, além de mostrar a clientes em potencial que você atende às necessidades deles.

Se a análise indicar que o problema é um erro ou algo que pode ser corrigido ou aprimorado, considere responder a ela.

Veja se você pode fazer a situação certa

Se você determinar que o cliente tem uma reclamação legítima e gostaria de tentar corrigi-lo, veja como responder.

  1. Certifique-se de que você está respondendo de maneira oportuna. Você vai piorar se sua resposta vier seis meses ou um ano depois.
  2. Responda diretamente à pessoa que fez do comentário negativo.
  3. Agradeça-lhes pelo feedback na plataforma on-line, e se há algo positivo mencionado na revisão, agradeço-lhes por isso também.
  4. Peça desculpas pelo problema.
  5. Ofereça uma solução que funcione corretamente ou indique alterações que você tenha feito para remediar a situação. Por exemplo, se o problema foi uma falha no seu sistema online, mencione como você o corrigiu.

Dependendo do seu negócio em casa, um contato mais direto para lidar com um cliente irritado pode ser prudente. Por exemplo, você pode ligar para um cliente irritado para ajudá-lo pessoalmente, em vez de apenas postar ajuda on-line.

Seja sempre educado e profissional

Não importa a revisão ou a resposta do cliente, você quer manter uma atitude educada e profissional. Ficar com raiva e atacar um cliente, mesmo que isso se justifique, só vai prejudicá-lo, especialmente nesses tempos de conteúdo viral.

avaliação Muitas vezes, manter a compostura e a atitude prestativa irão difundir a situação e acalmar o cliente. Às vezes, ele pode até pedir desculpas por ser tão rude. Mas mesmo que a pessoa continue negativa, sua marca comercial não pode se dar ao luxo de ter sua reputação prejudicada por um cliente irritado. Se você continuar a ser educado e se oferecer para ajudar, os outros leitores da análise verão isso e reconhecerão que você é uma empresa que está fazendo o melhor para remediar uma situação ruim.

No mundo de hoje, sua reputação e identidade no mercado on-line podem alavancar ou prejudicar seu negócio. Leia mais sobre como proteger sua reputação online nesse artigo.

Se você esta iniciando um negocio em casa e quer saber um pouco mais sobre como estruturar seu marketing mix leia esse artigo sobre os conceitos-chave e como melhor utilizá-los para alcançar seu mercado-alvo.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]


Categorias
Blog Marketing

O que são os 4 P’s (marketing mix)?


[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_image_id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”left top” undefined=”” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” border_radius_top_left=”” border_radius_top_right=”” border_radius_bottom_left=”” border_radius_bottom_right=”” box_shadow=”no” box_shadow_vertical=”” box_shadow_horizontal=”” box_shadow_blur=”0″ box_shadow_spread=”0″ box_shadow_color=”” box_shadow_style=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Como usá-los para comercializar e construir o seu negócio em casa

Para muitos proprietários de empresas, fornecer um produto ou serviço é bastante fácil. O desafio é conseguir que as pessoas paguem por isso. O marketing parece ser um conceito direto: fale aos outros sobre o produto ou serviço. Mas, na verdade, você pode perder muito tempo e dinheiro tentando promover o seu negócio em casa. O marketing eficaz e eficiente requer um entendimento de vários conceitos-chave e como melhor utilizá-los para alcançar seu mercado-alvo. Esses conceitos fazem parte dos 4 P’s (marketing mix).


Seu marketing mix é a combinação de elementos que desempenham um papel na promoção e entrega de seus produtos e serviços para consumidores ou clientes. Em essência, trata-se de colocar seu produto ou serviço no lugar certo, na hora certa, pelo preço certo.

Elementos dos 4 P’s (Marketing Mix).

Tradicionalmente, os elementos do marketing mix se referiam aos 4 Ps de marketing, embora recentemente, um 5º P tenha sido adicionado. Os 4 Ps originais de marketing são:

Produto: Estes são os produtos ou serviços que você oferece ao seu cliente, incluindo seus atributos físicos, o que eles fazem, como eles diferem de seus concorrentes e quais os benefícios que eles oferecem.

Preço: Como você precificou seu produto ou serviço para que seu preço permaneça competitivo, mas permite que você tenha um bom lucro.

PlaceLocal, também conhecido como distribuição: é onde sua empresa vende seus produtos ou serviços e como obtém esses produtos ou serviços para seus clientes.

Promoção: esses são os métodos usados para comunicar os recursos e benefícios de seus produtos ou serviços a seus clientes-alvo.

Alguns teóricos de marketing adicionaram um quinto P de marketing aos elementos do marketing mix:

People – Pessoa: se refere a como o seu nível de serviço, a expertise e as habilidades das pessoas que trabalham para você podem ser usadas para diferenciá-lo de seus concorrentes.

Como usar os 4 P’s (Marketing Mix) para construir seu negócio em casa

Semelhante à análise SWOT e a redação de plano de negócios, os 4 P’s (Marketing Mix) muitas vezes pode parecer um conceito de negócio abstrato que é difícil de converter para o uso diário. O que os 5 Ps incentivam você a fazer é pesquisar e planejar sua estratégia de marketing. Passando por cada P você quer:

Produto: Além de definir o que você tem, você quer dar atenção especial aos benefícios que seu produto ou serviço oferece, e quem são os melhores consumidores para obter esses benefícios. Isso significa desenvolver uma proposta única de venda e definir seu mercado-alvo. Por exemplo, se você vende serviços de perda de peso, quais benefícios (melhor saúde, mais energia, etc.) seus clientes ganharão e quem são as pessoas ideais para querer esses serviços (novas mães, pessoas de meia idade, etc.).

precoPreço: o preço pode ser complicado porque você precisa calcular o valor do que oferece, o custo de materiais, tempo e despesas gerais para produzi-lo. Mas você também quer pensar sobre o que seu mercado está disposto e é capaz de pagar, e se eles acham ou não que seu produto vale o que você está cobrando. Você não quer desvalorizar seu produto/serviço, mas também não quer pedir às pessoas que paguem mais do que ele vale.

Local: onde os consumidores podem encontrar e receber seus produtos e serviços? Isso parece muito básico. Porém, novamente você precisa considerar seu produto/serviço, mercado e preço. Se o seu mercado não usa o eBay, então não faria sentido ter seus produtos no eBay. Se seus produtos são itens de luxo, você quer eles estejam em um lugar que sugere qualidade e refinamento, ao contrário da simplicidade.

Promoção: é onde você coloca todas as informações que você reuniu para trabalhar. Você conhece seu produto, quem pode se beneficiar dele, o melhor preço para vendê-lo e onde vendê-lo. Agora, você tem que levar as pessoas à sua “loja”. Promoção é tudo sobre saber onde seu mercado pode ser encontrado, como criar uma mensagem para atraí-los a conhecerem seu produto/serviço e determinar o melhor método para entregar essa mensagem (ou seja, publicidade, mídia social, entrevistas, etc). O marketing mais eficaz é focado em mensagem e localização.

Por exemplo, se você está vendendo produtos de perda de peso e seu mercado é mães novas, você gostaria de ter uma mensagem que fala especificamente sobre a perda de peso do bebê e colocá-lo onde as mães o verão (por exemplo: blogs de mães).

Pessoas: Você pode ter todos os outros P’s ideais, mas se você ou seus vendedores não forem capacitados, ou seus sistemas de atendimento ao cliente ficarem aquém, não importa o quão bons sejam os outros Ps.

Hoje, mais do que nunca, os consumidores têm uma escolha sobre com quem fazem negócios e preferem negócios que conheçam seu material, estejam dispostos a ajudar e sejam receptivos. É aí que a mídia social é tão útil, porque torna mais fácil para as empresas criar confiança e construir uma relação com os consumidores. Mas isso só funciona se você e sua equipe ou contratados forem educados, profissionais e receptivos.

Escrevi nesse artigo sobre como proteger sua reputação online, pois o mundo de hoje, sua reputação e identidade no mercado on-line podem alavancar ou prejudicar seus negócios.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]