Anunciar no Google: É grátis? Vale a pena? Como começar? (O Guia)

anunciar-no-google-e-gratis-vale-a-pena-como-comecar-o-guia

Sumário

Eu sei que a ideia de anunciar no Google gera muitas dúvidas, especialmente se você não está familiarizado com a forma como a publicidade paga funciona.  

Em apenas um minuto de pesquisa, eu encontrei mais de 15 questões relacionadas a anunciar no Google. 

Saber se o Google Ads vale a pena, se é grátis, quanto custa e por onde começar estão entre as principais. Por isso quero ajudar você nessa jornada.

Mergulhe mais fundo:

Por que você deve Anunciar no Google

Considero a publicidade do Google uma boa estratégia de marketing para pequenas empresas que querem expandir o seu alcance local, pois ao anunciar no Google você pode exibir os anúncios de sua empresa para usuários que procuram seu tipo de negócio em sua área, além das outras possibilidades de segmentação.

Para isso, quero te apresentar um compilado de informações com tudo o que você precisa saber para começar a anunciar no Google.

Quero apenas lembrar, que muitos dos termos que abordarei nesse artigo pode ser díficil de entender se você é iniciante em PPC, por isso acesse meu artigo glossário do Google Ads se precisar de alguma ajuda.

O que é Google Ads?

O Google Ads é um serviço de publicidade paga que permite às empresas anunciar nas páginas de resultados de pesquisa do Google. 

Os anúncios parecem quase exatamente iguais aos resultados de pesquisa normais, a única diferença é o pequeno “anúncio” verde. Os anúncios do Google serão exibidos nas partes superior e inferior da página de resultados de pesquisa.

Apesar de existirem inúmeras plataformas PPC para escolher, como a plataforma de anúncios do Facebook e Instagram, anúncios do Twitter, Pins promovidos do Pinterest e uma lista infinita, o Google Ads ainda é uma das melhores maneiras de atingir seu público-alvo.

Anúncios do Facebook e outras plataformas PPC certamente podem funcionar e podem funcionar excepcionalmente bem. Mas no Google Ads, você pode alcançar clientes durante a sua jornada de compra, que compreende pesquisa, consideração e por fim a compra ou aquisição.

Como o Google Ads funciona?

Já escrevi um artigo mostrando como o Google Ads funciona com informações detalhadas.

Mas na prática, quando os consumidores procuram por palavras ou frases, o Google exibe anúncios com base nas palavras-chave usadas na busca do consumidor.

Os sites que desejam que os anúncios apareçam para as palavras acima darão lances para que seus anúncios sejam ativados sempre que as pessoas usarem esses termos para procurar seu tipo de negócio. 

Nesse caso, um ou e-commerce (ou loja com ponto físico mesmo) que seja especializado em venda de camisas esportivas  pode dar um lance em palavras-chave como “camisa do palmeiras”, “camisa do corinthians” ou “camisa do santos”.

Com base em seus lances e no índice de qualidade do seu anúncio em comparação com outros concorrentes da área, seus anúncios podem ser exibidos na primeira posição do Google quando os usuários pesquisarem os termos para os quais você licitou. 

Como mencionei, além do lance extra, o Google também levará em consideração a relevância e a qualidade do anúncio e do site ou página de destino. Portanto, mesmo que seu lance seja o mais alto, o anúncio de sua empresa de camisas esportivas pode nunca ser exibido quando alguém pesquisa “floristas”.

O Google Ads é grátis?

A inscrição para uma conta no Google Ads é gratuita, no entanto a ativação de uma campanha com anúncios exigirá um investimento.

Na verdade, você só pagará quando seus clientes realizarem uma ação (a chamada meta do Google), clicando em seu anúncio para visitar seu website ou quando ligarem para sua empresa. 

O motivo do google ads não ser grátis, é que você está pagando para alcançar um público que é qualificado para sua oferta. O Google Ads, não exibe anúncios para qualquer pessoa ou de maneira aleatória.

O grande valor do Google Ads e das formas de publicidade paga no geral é que as pessoas só visualizam seu anúncio quando atendem as características que você configurou. Por isso, entender muito bem que é o seu público alvo é uma etapa importante se você está considerando anunciar no Google Ads.

Anunciar no Google ads vale a pena?

Não é segredo que o Google Ads é de longe a maior rede PPC que existe. Não é apenas usado por grandes empresas para direcionar o tráfego para seus sites, mas muitas empresas locais também o usam. 

Sim, vale a pena anunciar no Google Ads e a razão disso é que há muitos benefícios que a publicidade no Google pode oferecer, incluindo a capacidade de alcançar públicos-alvo direcionados e motivados, um modelo de precificação de pagamento por desempenho e um ROI fácil de rastrear. 

Além disso, um dos outros motivos pelo qual anunciar no Google Ads vale a pena é que as empresas podem iniciar, interromper e ajustar seus lances a qualquer momento, o que dá às empresas uma grande flexibilidade.

Embora existam dificuldades em relação ao seu nicho de atuação, você pode encontrar maneiras de contorná-las. Se estiver preocupado com seu orçamento, você pode evitar competir com empresas maiores usando mais palavras-chave longtail e locais que ajudarão a reduzir o custo dos lances para palavras-chave que todos desejam. Essas palavras-chave podem não ser tão exigidas quanto as outras, mas serão eficazes para direcionar o tráfego de maior conversão para o seu website.

Mergulhe mais fundo:

Como anunciar no Google em 6 etapas

Aprenda como anunciar no Google com nosso guia fácil de entender para começar a obter mais exposição e expandir seus negócios online. 

Para configurar sua conta e começar a anunciar no Google, tudo que você precisa é um endereço de e-mail e um site. Siga as etapas e configure sua própria conta Google Ads aqui.

Veja como anunciar no Google em 6 etapas simples:

1. Defina um orçamento

A primeira etapa após fazer login em sua conta do Google Ads é definir um orçamento diário. Um bom ponto de partida é R$10,00 por dia, mas depois de entender melhor os lances de cada palavra-chave, você pode aumentar ou diminuir esse valor. 

Não podemos garantir que você pagará esse valor todos os dias (especialmente se ninguém clicar em seu anúncio), mas o Google garantirá que você não ultrapasse seu orçamento.

Uma boa maneira de definir um orçamento é determinar primeiro a porcentagem de cliques que serão convertidos em vendas.

Como exemplo, uma pesquisa realizada pela WordStream mostra que a taxa de conversão média para pequenas empresas é de 2% a 5%. Nesse caso, se cinco em cada 100 pessoas que visitam seu site compram seu produto, a taxa de conversão é de 5%, ou seja 5 compras serão realizadas.

Agora, imagine que o valor médio dos seus produtos é de R $120,00, nesse caso você realizaria R$600,00 em vendas a partir dos anúncios no Google Ads.

2. Defina sua localização

Essa é uma etapa importante quando se vai anunciar no Google.

Dentre outros recursos de segmentação, o Google Ads permite que você determine a localização geográfica que é onde seu anúncio será exibido. 

Isso é muito importante para empresas locais porque você pode garantir que seus anúncios sejam exibidos e estejam dentro da distância especificada por sua empresa quando os usuários pesquisarem as palavras-chave para as quais você está definindo o lance, de maneira que você pode economizar dinheiro e aumentar as taxas de conversão.

3. Escolha uma rede

O Google permite que você opte por exibir seus anúncios nas páginas de resultados de pesquisa do Google (rede de pesquisa), bem como em sites de conteúdo do Google (rede de publicidade gráfica). Se você escolher a Rede de Display, seus anúncios podem ser exibidos em outros sites, como YouTube e Gmail. 

Recomendamos que você comece com a rede de pesquisa, pois isso garante que seus anúncios sejam exibidos apenas para usuários que procuram seu tipo de negócio. Os tipos de produtos oferecidos pelos proprietários de pequenas empresas costumam ser mais adequados para esse tipo de publicidade.

4. Escolha suas palavras-chave

Palavras-chave são termos ou frases que os usuários inserem ao usar mecanismos de pesquisa. Ao configurar uma conta de publicidade do Google (anteriormente conhecida como Ads), você pode escolher as palavras-chave que irão acionar seus anúncios. 

O Google irá sugerir que você use palavras-chave com base em seu site e informá-lo sobre sua popularidade. Por exemplo, ao configurar uma conta para uma pizzaria em São Paulo, a palavra-chave sugerida é “pizzaria em São Paulo”, com um volume de pesquisa mensal de 8.100.

O Google tem ótimas sugestões, então você pode definitivamente usá-las inicialmente. Se você deseja adicionar mais palavras-chave depois de configurar sua conta, o Google usa um recurso útil chamado Planejador de palavras-chave na seção “Ferramentas” de sua conta do Ads.

Isso o ajudará a obter ideias para outros termos que você pode usar. Por exemplo, quando digitei “pizza sp” e cliquei em “Obter ideias”, uma das frases sugeridas foi “Pizza Delivery in São Paulo”, que é uma frase na qual ainda não pensei. Como o Google tem dados para todas as pesquisas, você pode ver tendências e pesquisas comuns que pode não perceber que são populares devido ao seu tipo de negócio.

Outra boa estratégia é se concentrar em palavras-chave com mais de duas palavras, também conhecidas como palavras-chave de cauda longa. Por serem mais específicos, há menos competição.

5. Defina lances de palavras-chave

O lance é o valor que você deseja pagar pelos cliques em seu anúncio e você pode ajustar isso para cada grupo de anúncios, campanhas ou até palavras chaves, a medida que identificar mais oportunidade ou necessidade de investimento em algum termo onde exista maior competitividade.

Você pode usar o planejador de palavras-chave do Google para entender quanto você precisa dar um lance ou ir acompanhando métricas de impressões que mostram quantas vezes seu anúncio está sendo exibido.

Se houver muitas buscas mensais, mas poucas impressões do seu anúncio, isso pode revelar algum problema: seus concorrentes pagam mais do que você ou possuem anúncios com maior qualidade.

6. Escreva seu anúncio

A última etapa é escrever um anúncio e sei que essa etapa é um desafio, pois não é fácil escrever um anúncio atraente para as pessoas clicarem nele. 

Você precisa escrever claramente sua oferta, seu negócios e dar aos usuários um motivo para clicar em seus anúncios, e tudo isso com um número limitado de caracteres.

Ao escrever anúncios do Google, considere o seguinte:

  • Use palavras-chave em seus anúncios – Use as mesmas palavras-chave em que você licitou em seus anúncios para que o Google possa dizer que o anúncio é relevante para pesquisa.
  • Use identificadores locais – se você for uma empresa local, considere o uso de termos de localização em sua pesquisa. Se alguém estiver pesquisando “churrasco São Paulo”, um anúncio intitulado “Melhor churrasco em São Paulo” terá maior probabilidade de aparecer nos resultados da pesquisa e será altamente relevante para pessoas que procuram restaurantes em sua área.
  • Mostre claramente sua oferta (CTA) – os usuários devem saber imediatamente o que é seu negócio e como ajudá-los a encontrar o que desejam. Se você tem uma loja que oferece muitos produtos diferentes, certifique-se de corresponder seus anúncios às palavras-chave que está procurando.
  • Dê aos usuários um motivo para clicar no anúncio – há muitos resultados na primeira página de uma pesquisa do Google. Você precisa dizer a eles por que devem escolher sua empresa. Você é mais acessível, confiável ou confiável? Você tem ótimas críticas e avaliações? Compartilhe esta informação no anúncio.
  • Tenha uma frase com chamada para ação – ao fazer uma chamada para alguma ação, o usuário terá mais chances de clicar no anúncio. Por exemplo, “Ligue hoje para um orçamento gratuito” ou “Digite o CEP para encontrar a loja mais próxima de você”.
  • Inclua promoções – você pode querer oferecer ofertas como “20% sapatos hoje!” Ou “Frete grátis!” Se você não quiser oferecer descontos além dos custos de publicidade, é compreensível, mas mesmo pequenas ofertas podem atrair novos clientes para seu site.
  • Use extensões de anúncio – as extensões exibirão outras informações sobre sua empresa, como número de telefone, classificação ou endereço da loja e links no anúncio. Incluir extensões aumenta a quantidade de espaço que você ocupa na página de resultados, e elas tendem a ter taxas de cliques mais altas (ambos têm grandes benefícios). Além disso, não há custos adicionais para incluir extensões.

Conclusão: como anunciar no Google

Eu realmente espero que esse artigo tenha te introduzido no mundo do Google Ads.

Depois de aprender a anunciar no Google e colocar sua primeira campanha no ar, teste constantemente seus anúncios para alcançar um melhor desempenho e manter sua lista de palavras-chave limpa. Isso ajuda você a pagar o menor valor possível pelos seus anúncios.

E se você está decidido a fazer o seu negócio crescer e usar o Google Ads para isso, posso ajudar você com os conteúdos do meu blog ou até mesmo com um curso completo Google Ads que irá te guiar em toda a jornada. 

Pablo Cabral

Pablo Cabral

Eu fui coordenador de marketing no KaBuM!, o maior e-commerce de eletrônicos da América Latina… Trabalhei no Pag! e na Wine.com.br, sem contar as inúmeras agências que dei consultoria ao longo do tempo.

Nessas empresas eu desenvolvi muitas técnicas básicas e avançadas que dão muitos resultados e estou disposto a passar todo o conhecimento.

Gostou do Conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *